22/01/2014

||| cansa abrir um livro para ler...


||| ... estudar. estudo deriva do latim studĭum que entre outras coisas revela trabalho, cuidado, zelo; vontade e desejo de aprender. estudar implica sempre trabalho. e autonomia. e concentração. ou atenção. ou interesse. mas, acima de tudo, preciso de tempo. e hoje na escola o estudo é um lugar estranho. dizemos tantas vezes para os alunos estudarem. eu desisti de começar por aí. digo sempre: arranjem tempo para estudar e depois experimentem ler. depois, ao ler, coloquem anotações no que vão lendo. mas comecem por arranjar tempo. tempo para estarem sozinhos. sem telemóvel ou computador. e peguem num livro. comecem por ler. depois, quando tiverem dúvidas de uma palavra, ideia ou conceito liguem o computador e procurem. ou liguem-me. ou mandem um sms. ou email. e perguntem. eu indicarei outro livro, uma página na internet ou qualquer outra coisa para vos ajudar. mas não comecem por estudar. comecem pelo tempo. reclamem tempo. a vocês mesmos. porque estudar precisa de tempo. não é uma coisa que se compre feita. ou que tenha uma fórmula mágica. há cada vez mais livros com fórmulas mágicas para decorar. mas nada disso se torna útil ou verdadeiro se não for reclamado um tempo. porque saber e aprender requer tempo. e numa sociedade em que tudo se gere ao minuto são precisos muitos minutos para se aprender. e para se estudar. vejo cada vez mais a escola longe disto. e os alunos também. o resultado é um conceito imediato. e o saber não o é. é uma construção. precisa, como o estudo, de tempo reclamado. de observação, reflexão e edificação. talvez seja eu que estou errado. nunca lhes falei em estudar. falei em tempo. devo ser eu que não sei como estudar...