15/09/2014

||| hoje é o primeiro dia do resto...


||| ... é assim. num ápice. última conversa antes de sair da sala de professores de chave na mão e livro de ponto. antes de verificar a turma para cumprir os primeiros rituais que se vão manter por um ano lectivo. olha-se para os rostos na lista. diz-se: lá vamos nós. e vamos. percorremos os corredores de olhar suspenso. vemos tudo. os miúdos que dizem olá. aqueles que reconhecemos. aqueles que são novos. há os sons, novamente. as primeiras advertências dos funcionários. as mochilas ainda novas guardadas. o movimento do primeiro caminhar para as salas. aqueles que não sabem onde são as salas. os mais pequenos que sorriem. os maiores que conversam. os encontros. os reencontros. os pais que vão deixar os miúdos ao portão. ou os avós. e o movimento adensa-se. torna-se visceral. vivo. intenso. a campainha marca a hora. ou a hora chega. abra-se a porta. pousa-se o livro de ponto e a pasta. ouve-se o arrastar das cadeiras e o burburinho que é preciso fazer assentar. respiramos fundo uma última vez. estamos ali. é a nossa primeira aula. é o nosso primeiro dia. do resto. de tudo o resto que está para vir. abrimos um sorriso. dizemos: olá, eu sou o vosso professor de... estamos de regresso. há nisto, toda a magia do mundo. e das coisas. há nisto, algo de tão imenso, de tão grande, de tão belo que só por isto vale a pena ser-se professor. bom regresso às aulas. bom regresso à escola. para todos/as.