01/10/2014

||| dos desafios e outras coisas que tais...


||| ... reparei na conversa. entre eles. estava a falar com um outro professor naquelas conversas correntes sobre tudo e sobre nada. um grupo de três miúdos. à porta da escola. mesmo junto ao portão. diziam: é pá, isto não é para mim. estar ali a ouvir e ainda por cima nem posso estar como quero. isto era a aula. o ouvir era a aula. meti conversa. o outro professor foi-se embora. eu fiquei. foram só dez minutos. nada lhes parecia interessar. nada, não. tudo. tudo sem interesse. e o trabalho era uma coisa arredada do dicionário. era o circular. chegamos aqui para circular. ainda fiquei detido na palavra por uns segundos. e num clic, daqueles que me dão quando assim é, disse-lhes: vou lançar-vos um desafio. ó professor, não nos dê trabalho! não. tragam-me ideias. cinco ideias. práticas. para a escola e as aulas que querem. como assim professor? simples, dizem que isto não vos serve. ok. então digam o que querem e como querem. ficaram a olhar para mim para saber se eu estava a falar a sério. ó professor, mas o professor nem é nosso. pois não, mas a escola é minha. tanto quanto vossa. eu prometo que faço discutir isto. essas ideias. dou-vos uma semana. e tudo farei depois de ver as vossas ideias, para as colocar em prática. ok? ficaram assustados. sem perceber bem se eu estava a falar a sério. tudo deve ter demorado cinco ou dez minutos de conversa. combinámos a hora para a próxima terça-feira nos encontrarmos para eles me darem as ideias em papel. e aquela nem era a minha escola. fui lá de visita. em trabalho mas para outros professores. e ficou tudo combinado. partilharei então, aqui, as ideias que me vão chegar às mãos, daqui a uma semana...

Sem comentários:

Enviar um comentário