26/11/2014

||| até parece que passou um ano lectivo...


||| ... ainda não cheira a fecho da coisa. ainda há afixadas listas e listas de reuniões e coisas por fazer. reparei isso na escola recentemente. de passagem. listas de reuniões. listas de convocatórias. listas. mas o que há é um cansaço maior do que o tempo que o habita. como se fosse já quase o fecho de um ano lectivo inteiro. mas é só o primeiro período. ainda faltam mais dois. e dizem que é preciso ainda compensar. dar mais. fazer mais. porque eles, os miúdos que vão tendo aulas aos quilos, ainda lhes falta umas pedaços mais. para não serem prejudicados. mas só nas importantes. as outras, as disciplinas que não existem, não importa. e cada dia é mais um. um passar contínuo do tempo. porque ensinar é repetir, hoje, pelas salas de aulas. alguns resistem. já procuram justificar que queriam ensinar a pensar. e rematam, a medo, que "não tem nada de revolucionário". é mesmo só querer que eles pensem. e o tempo continua a passar. e a escola desagrega-se como tal. desfaz-se. porque é tudo cheio de tudo. tudo em números incalculáveis. os números de horas em reuniões. as horas de saída da escola quando a noite já vai a meio. o número de conflitos. o número de alunos. o número de aulas. o número de testes para rever. tudo em número excessivo. e só reparamos na falta de tudo o resto quando olhamos para o tempo que passa. e só passou, ainda, o primeiro período. é um dever, uma obrigação, pensar nisto.

Sem comentários:

Enviar um comentário