19/11/2014

||| três coisas sobre indisciplina...


||| ... não será a última vez mas quero fechar aqui um tempo de pensamento e prática de debate sobre a questão da indisciplina. ouvi dito pela professora helena marujo que a indisciplina é um convite à mudança. é preciso saber ouvir isto. e ainda bem. é porque, de facto o é. na visão de sala de aula, também. sou sincero. tenho a minha receita. sempre tive. nunca resulta da mesma forma mas isso é a adequação normal que se faz em tudo. a receita é simples. identidade de aula. regras partilhadas. consistência e coerência. acho que isto devia ter uma visão micro e macro, no espaço escola. a identidade de aula é fundamental. a minha identidade como professor, a minha personalidade, a minha liberdade criativa, a minha metodologia de trabalho, a pedagogia aplicada, a forma como o faço fazem de cada aula e do conjunto de todas as aulas sejam um registo de autor. ninguém poderia dar as minhas aulas. podiam dar o mesmo programa. mas não as minhas aulas. é uma assinatura. uma marca. são aulas com personalidade própria. porque não sou um funcionário, sou um professor e a minha marca como pessoa e como profissional terão que estar sempre presentes. é por isso que os alunos dizem: as aulas do professor x. regras partilhadas são a essência da aula. umas são as minhas. geralmente só uma. o respeito. essa linha é o limite. de tudo. para tudo. e estas linhas ou traços são fundamentais para a percepção do caminho a ser feito em conjunto. daí ao passo seguinte tudo é mais fácil. as regras partilhadas. começam por coisas simples: todos temos que dar os bons dias a todos. e vão até regras de cidadania ou de tomada de decisão em e no colectivo. eu cumpro todas as regras. eles cumprem todas as regras. porque são partilhadas. co-construídas. e não são escritas ou "mandadas". são apropriadas por todos pelos comportamentos naturais. isso faz-se, também, pelo exemplo. por último, a consistência e coerência. assente no hábito a gestão da realidade é feita com permanência dos factores anteriores. nenhum outro se sobrepõe a estes definidos por todos. mesmo aqueles que são gerais na escola. eu sei, é controverso. ainda bem. é por isso que defendo a identidade de escola mais do que regulamentos e coisas que tais. para existir coerência. e pronto. fecho aqui a porta. por um tempo. para falar disto. desta coisa da indisciplina. com esta receita. a minha, que usei anos sem fim. que me definem até como professor. curiosamente...

Sem comentários:

Enviar um comentário