22/02/2015

||| as bases dos alunos na escola de hoje...


... houve um tempo em que ler, escrever e contar eram as bases fundamentais da educação escolar. um tempo, presente ou passado. depois surgiu a literacia complexa de todas as outras competências. as sociais, as comportamentais, as científicas, as tecnológicas, as artísticas, as digitais, as outras todas. ler, escrever e contar eram coisas básicas, tomadas como "adquiridas". por muito espanto que isto possa provocar, esquecidas, agora. o ser global, o educar para tudo, ganhou espaço para além do simples. da necessidade de construir o edifício do conhecimento com base no que é essencial. ler, escrever e contar. estas três palavras, malditas pela associação a um tempo de "estado novo" fundamental o essencial. mesmo que não que queira. mas é mesmo isso. sobre isto podemos edificar algo. sem isso, tudo tem um vã estado de permanência imperfeita. podemos somar a ler, escrever e contar, desenhar. acho mesmo que é algo que urge tornar como básico novamente. o uso do poder do tacto. do pensamento visual. do desenho. mas sem o básico não há o complexo. a escola, na sua multiplicidade de coisas que quer ser esqueceu-se disto. e sem isto negamos o mais básico de tudo aos alunos: o futuro. as "ferramentas" para o futuro. back to basics. talvez, seja urgente...

Sem comentários:

Enviar um comentário