17/03/2015

||| a escola é um lugar estranho...


||| ... tenho recordado vezes demais o poema em linha recta. "nunca conheci quem tivesse levado porrada". fernando pessoa sabia como ninguém usar as palavras. eduardo sá foi buscar uma frase deliciosa: os professores são estranhos. nem sempre, nem com tudo concordei com ele. mas esta é uma frase deliciosa. e basta espreitar as redes sociais e ver que a escola está a precisar de uma profunda revolução. eduardo sá não trazia nada de novo. o que trouxe algo de novo foi ver que muitos comentaram, de forma destrutiva, ofensiva, desequilibrada, estranha, só o título. não ouviram. não leram mais nada. foi só o título. e choveram ofensas. damas das camélias. gente de punhos em riste. gente de fachos atados e carrascos e preparação. a escola precisa de uma mudança. quando quem ensina se limita ao óbvio, a ver só os títulos, a não ler, a não procurar saber as razões, a não ter curiosidade de saber mais, a não dialogar, então o espírito do que deve ser a escola está a morrer. e podia ter sido outro qualquer. foi eduardo sá. mas podia ser qualquer outro com o título que "vende". vivemos tempos líquidos, dizia o pensador. nada dura. a escola está afogada nisto. quando, verdadeiramente, devia ser o lugar do contrário disto. mas isso sou só eu que leio ainda as coisas até ao fim. nem que seja o poema de pessoa. "todos foram sempre campeões em tudo". deve tudo ser erro imperfeito meu. mais um a somar a tantos...

Sem comentários:

Enviar um comentário