04/03/2015

||| já não sei como ensinar...


||| ... o desabafo foi honesto. já não sei como ensinar. nada serve. nada interessa. e eu pensei que já muitas vezes pensei no erro da pedagogia como espectáculo de entretenimento. e da curiosidade, que devia ter sido o motor usado. que nunca foi, verdadeiramente. o que fazia já não serve. sei bem o que é este sentimento de incapacidade. tantas vezes o senti. antecipando o que hoje são inúmeras aulas. lugares de desinteresse. de todos. dos professores e dos alunos. reconhecer isto é o primeiro passo para começar a recuperar a segurança perdida. o que servia, já não serve. então o que serve? pensamos sempre no que não queremos ter como modelo de aula. não queremos indisciplina, tal como não queremos outras coisas óbvias. mas que sala de aula queremos? que lições queremos? que aulas querem eles? que escola querem eles? se muitos não querem, sequer a escola, alguns ainda resistem e fazem da escola o pilar do seu futuro. é preciso parar. por momentos. perceber que o tempo do ensinar para dotar de competências os alunos está a ser ultrapassado pela necessidade de criar. sim, criar. talvez seja essa uma das portas por abrir. a escola que cria, que dá à comunidade coisas novas. que faz com que os alunos sejam reconhecidos por isso. se envolvam nessa co-construção do seu espaço e do seu campo de actuação futura. quase um percurso. onde a escola é um degrau. como todos os outros. nem mais, nem menos. mas que permita identificação. e utilidade. criar. talvez...

Sem comentários:

Enviar um comentário