10/04/2015

||| a geração cega, na escola...


||| ... "o pior cego é aquele que não quer ver." não. o pior cego é aquele a quem nunca ensinaram a ver e por isso não consegue saber que podia ver. fixei a expressão: geração de viveiro. miúdos que entraram para a "creche" aos três meses e agora estão obrigados a doze anos de escola e que começam a chegar às "mãos" de todos os professores. miúdos que não conhecem nada para além do "sistema" e do que o "sistema" lhes dá ou retira. que, por "orientações" e "directrizes" não podem fazer uma visita de estudo porque a escola não tem dinheiro. que não sabem estar numa "palestra" porque nunca ouviram alguém falar sem ser para lhes dar ordens de comando simples. para quem pensar é um exercício desconhecido. são fruto de um sistema que inventámos para criar uma sociedade "melhor". ninguém pensa nisto. hoje dei por mim a pensar nisto. nesta geração. neles. que nunca saíram do sistema ou que não sabem viver sem ele. fiquei a pensar nisto. que nem na escola se livram da privação da liberdade que só o pensamento livre permite. porque lhes é negado o conhecimento. cheios de informação, sem conhecimento. estão em perfeita harmonia com o sistema. ligados pelo umbigo a tudo isso que os "gere". e a escola está transformada no maior instrumento de "ocupação" destes miúdos. na perfeita representação desse mundo que lhes [e nos] disseram ser "melhor". mas será? não. não é. infelizmente para todos...

Sem comentários:

Enviar um comentário