08/04/2015

||| não passam. ou passam todos...


||| ... é quase como se fosse um jogo. com tantas negativas vais chumbar. passam todos, no fim passam todos. ó pá, tive oito negativas mas também já desisti disto tudo. é que no fim, é preciso justificar. passam todos. se não estudarem ficam mesmo retidos. ficam o quê? retidos. não passam. passam todos. vais ver. no final passa tudo. e não temos bem a noção disto. destas conversas. desta ideia. do que antes era chumbo, passou a passar, transitar, reter e mais umas derivantes curiosas e as demais que a imaginação consegue ou não criar. depois é o preço. quanto custa um chumbo. e depois que é pior para as almas jovens. faz mal. e depois o contexto. é do contexto. ou a pena, mais rara, rematada sempre por: mas até é um bom miúdo. ou a pressão para alguém "levantar" a nota. vencido pelo cansaço da ideia que a coisa não anda nem desanda, levanta-se a nota. ou não. a resistência mostra coerência. e eles, os miúdos, comparar nível negativos. tiveste quantos? cinco. só? comparado com os oito é pouco. alguns levaram uma reprimenda por uma negativa a matemática ou física. mas agora é para trabalhar. o outros é para desistir. estão todos chumbados. mesmo que não estejam. e andamos nisto. tipo avestruz. tipo conversa de loucos. na mesma escola. na mesma sala. no mesmo espaço. por mais estranho que tal possa parecer...

Sem comentários:

Enviar um comentário