06/04/2015

||| sabedoria ou a escola esgotada...


||| ... entramos na "época de exames". numa escola onde o saber tem o único propósito de ser "depositado" em forma de "resposta" num "enunciado". num exame. o saber como valor de troca por uma nota. o saber como utilidade. ou "moeda de troca". os "melhores" serão aqueles que conseguirem melhor pontuação. entram os quadros de mérito. mesmo que a origem de mérito tenha uma essência moral de boa fé ou dedicação muito mais do que este "nivelar" dos status de uns perante os outros. entramos num tempo de aferição dos "trabalhos". a escola é transformada num estaleiro. o trabalho não é para fazer. é o feito. mesmo que não tenha sido verdadeiramente trabalho. ou verdadeiramente aprendido. a aprendizagem é algo secundário, neste sistema de coisas. a aprendizagem é um estado. um instante. sabe se repetir. se souber repetir. isto vezes o número de disciplinas que existem. isto vezes o número insuportável de alunos por turma. isto porque muitos estão "arredados" desta avaliação porque estão a "desenvolver outras competências", profissionais ou vocacionados ou com outros nomes que vão sendo inventados. a sabedoria é uma coisa morta. arcaica. tudo o resto é só para "chatear" quem tem exames. será assim o tempo que falta para fechar este ano lectivo. mas ainda bem que nem sempre é assim. ainda...

Sem comentários:

Enviar um comentário