14/05/2015

||| poesia na sala de aula...


||| ... hoje apetecia-me dar uma aula. estar numa sala de aula. colocar uma folha em branco em cada lugar dos alunos. escrever no quadro o poema. esperar pelos miúdos entrarem. deixar ler o poema. apagar. escrever: e que mais é preciso? e mais nada...

É preciso casar João,
é preciso suportar Antônio,
é preciso odiar Melquíades
é preciso substituir nós todos.

É preciso salvar o país,
é preciso crer em Deus,
é preciso pagar as dívidas,
é preciso comprar um rádio,
é preciso esquecer fulana

É preciso estudar volapuque,
é preciso estar sempre bêbado,
é preciso ler Baudelaire,
é preciso colher as flores
de que rezam velhos autores.

É preciso viver com os homens
é preciso não assassiná-los,
é preciso ter mãos pálidas
e anunciar O FIM DO MUNDO.


Carlos Drummond de Andrade

Sem comentários:

Enviar um comentário