10/05/2015

||| a sala de aula como lugar seguro...


||| ... ainda me lembro como se fosse hoje. era jovem e pensei a aula a dar de uma ponta a outra. era sobre o período de "encantamento" do nazismo na alemanha pós primeira guerra mundial. daqueles momentos das paradas. do apoio popular. uma aula na faculdade de letras da universidade de coimbra. um colega levantou-se enfurecido. está a fazer a apologia do nazismo! não, não estava. estava a explicar que houve, de facto, um apoio popular. das pessoas normais, comuns, que no seu dia a dia votaram, apoiaram e queriam aquela política. porque quanto se tira vontade e razão de futuro, quando se retira a segurança nos dias que correm, é fácil mandar e dizer que o caminho é aquele. não era apologia. era uma leitura assustadora sobre a irracionalidade do comando. repeti essa aula mais tarde. sem ninguém questionar. hoje, ao ver a escola como está teria medo de repetir essa aula. teria medo porque a pior coisa que pode existir para um miúdo é a sensação de não-segurança ou de inutilidade da escola como um todo. se somarmos a isso a incapacidade de reflectir sobre o passado, o presente e o futuro, então temos o cenário montado para que uma aula assim fosse mesmo um elogio acrítico sobre uma realidade horrenda. assusta-me pensar nisto. mas é a realidade que temos. mandar numa geração assim é tão simples que assusta... 

Sem comentários:

Enviar um comentário